quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

ESPERANDO


O ano vai entrando lento. O imaginar fértil, a vontade de fazer, pouca.
Esperando que deixe de apetecer, apenas, o aconchego da imobilidade.
Desejo de cores quentes. Ânsia de brisa morna. Saudade de fruta madura.
Foto de Lu Alves

8 comentários:

kris disse...

vem aí um ano muito difícil...mas de mudança..
vontade de fazer alguma coisa?naaaa...há uma inércia no ar..e no presente....
desejo-te cores quentes...

Ana Oliveira disse...

Kris

Nao sei se o ano sera dificil, espero que nao mude muito...
Neste momento o frio deixa/me meia paralisada...nada de pensar coisas...
Recebo as tuas cores quentes...obrigada.

Beijos

Ana

kris disse...

Ana

não penses nas coisas...antes estar paralizada..quieta, sossegada...

NAFTAMOR disse...

"quero ser sol poente na tua alma
quero ser tela, quero ser rio
quero ser poema, quero ser navio
quero ser tudo


e quero ______________"

Um beijo

Ana Oliveira disse...

Kris

Eu queria dizer que nao fosses tu a pensar coisas que nao ha...nao era eu!
Estou paralizada mesmo pelo frio e a pensar em varios projectos que tenho para este ano.

Beijos

Ana

kris disse...

eu não penso em nada..i'm frozen

Ana Oliveira disse...

Naft

Muito bonito o poema/pensamento.

Um beijo para ti

Ana

Paula Raposo disse...

Linda esta foto de Lu Alves!! Belíssima. Beijos.