domingo, 15 de fevereiro de 2009


Quando tudo o que temos é um coração liquido, a paisagem lunar dos sentimentos, pede-nos apenas que deixemos correr a água sagrada, para regar os girassóis de gelo.

10 comentários:

Carla disse...

Venho só dar um beijão e desjar uma boa semana de trabalho.

kris disse...

Bom dia Ana

gostei do texto, apesar de triste...
Deixar correr a água sagrada...sim, tem de ser...deixar sair tudo...não acaba com a dor, mas alívia ..e muito. Eu cá acho que já sequei.

Sabes que os girassóis procuram sempre o sol...e acabam por o achar...

beijo

pensamentosametro disse...

Gosto de pensar que tenho um coração líquido, é bonita a imagem, agora já os girassóis de gelo nem por isso, faz vaor de abrir as janelas a esses girassóis, lá fora o dia está lindo, morno e azul.


Bjos
(dos que enxotam tristezas)


Tita

Ana Oliveira disse...

Carla

Obrigada, uma boa semana para ti também.

Beijos

Ana

Ana Oliveira disse...

Kris

Os girassóis procuram sempre o sol, tens razão, principalmente os de gelo... e precisam também de água muito especial para sobreviver!!

Beijos

Ana

Ana Oliveira disse...

Tita

Obrigada pelo beijo que enxota tristezas!

As janelas estão abertas, o sol morno e o céu azul estão a fazer milagres...

Apesar de tudo, imagina como seriam lindos, girassóis de gelo, frágeis e azulados!!

Beijos

Ana

Paula Raposo disse...

Assim é! E o coração aquece...beijinhos.

Ana Oliveira disse...

Paula

O coração aquece sempre...por um motivo ou outro, mas sempre a derramar o calor que lhe é próprio.

Beijos

Ana

Persida disse...

Olá ! amiga Ana, passei para te dizer um feliz dia e até breve. Beijinhos
Persida Silva

Ana Oliveira disse...

Persida

Obrigada.
Boa semana para si também.

Beijos

Ana