sexta-feira, 30 de maio de 2008

ALMAS SÓS

Olhando esta vastidão de mundo...este interminável mar de areia...este magnífico contraste de cor... vem-me ao pensamento que esta ausência de vida é na realidade uma ilusão!
Assim é a vida de quem tem de, por necessidade da alma ou vontade do coração, lutar contra a aridez do dia a dia transpondo, na forma de cor, a beleza que nos rodeia para os olhos dos outros.
Por isso, uma sensibilidade dolorosa nos move, um desejo ardente nos acorrenta... fazer de tudo o que vemos um poema visual, mesmo que para o fazer nos afastemos, tantas vezes, da realidade.
Seremos então alienados... irresponsáveis... almas sós...
Num mundo que nos quer normalizados!!!

1 comentário:

Me Hate disse...

Porra! Normal é que nunca!!!!!!