sábado, 11 de setembro de 2010

DÁDIVAS

 :
 :
 Há um claro aviso no vento que refresca, nas primeiras gotas de chuva, no céu menos azul, na noite sem lua em que reina Vénus brilhante e solitário.
Anuncia-se o fim do Verão e o Equinócio de Outono. Gaia deu os seus frutos, colhidos e guardados. 
A Grande Mãe alimentou os seus filhos e guarda ciosamente as sementes de novas colheitas.
As nozes e a cidra exaltam o paladar, a mirra arde sobre o lápis-lázuli  enchendo o ar dos tons dourados da bênção.
Sob as pontes correm, rumorosas as águas cheias. No ar os pássaros preparam-se para partir.
É tempo de guardar e agradecer, a beleza da primavera, a abundância do verão, o repouso do inverno.
É hora de ser grata pela sementeira mesmo que a colheita  tenha sido menos que o desejado mas ainda assim mais do que o necessário.
Grata
Pelas  lágrimas de chuva no rosto.
Pelos sorrisos do sol no coração.
Pelos caminhos tortuosos da alma.
Pelas águas calmas depois da tempestade.
Grata pela vida que a Vida contém.

 :
:

22 comentários:

Pedrasnuas disse...

QUE BELA INSPIRAÇÃO...É UMA GRANDE DÁDIVA DE DEUS QUANDO ELE NOS DÁ CAPACIDADES E FAZEMOS BOM USO DELAS...PARABÉNS PEALAS TUAS DÁDIVAS

BEIJO

AC disse...

Agrada-me essa reverência à vida, essa manifestação de humildade, gratidão e tentativa de harmonia...
Sejamos, então, gratos.

beijo :)

Benó disse...

Sim, Ana, nunca é demais agradecer todas as dádivas recebidas em cada momento da nossa vida.
Obrigada também, a ti, pelo prazer que nos proporcionaste com as tuas DÁDIVAS.

uminuto disse...

dádivas pelas quais todos devemos estar gratos
um beijo

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Lindo mosaico sensorial, Ana. Grande inspiração! Abraços

Ana Oliveira disse...

Pedrasnuas

Nunca é demais agradecer o que a vida nos dá, e por vida entendamos, cada um de nós, o que nos move.

Obrigada

Um beijo

Dany Ziroldo disse...

Há muita poesia nas imagens proporcionas pela outono... Há poesia no seu texto...


Adorei o blog...

Abraços,

Dany Ziroldo

Me Hate disse...

E quando nos damos conta de a vida é tudo isto, nem tudo vai mal... ;)

Beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

um hino à vida, que encanta quem lê.

beijinh

Liliana Sampaio disse...

Ó Ana, lindo!!! E eu que adoro esta época, a chegada do Outono, os tons da paisagem, o cheiro das compotas no ar, o cheiro da terra molhada, após uma forte chuvada...

Um beijo

Multiolhares disse...

A mão do Divino esta em tudo para nos mostrar a beleza de cada instante.
Bj

Pedrasnuas disse...

QUERO AGRADECER AS TUAS PALAVRAS AMISTOSAS NO SEI LÁ...BOM TRABALHO FOTOGRÁFICO POS TENS MUITAS DÁVIDAS A TRABALHAR E A DESENVOLVER...

A MINHA SINCERA AMIZADE

UM BEIJO IMENSO

Ana Oliveira disse...

AC

À vida faço vénia...pequena que sou neste imenso e maravilhoso Universo.

Sejamos gratos sim :)

Beijo

Ana Oliveira disse...

Benó

Obrigada.

As minhas "Dádivas" foram recebidas e não "ganhas" são então mais um motivo para estar grata.

Um beijo

Ana Oliveira disse...

Uminuto

E estamos, não é?

:)

Beijo

Ana Oliveira disse...

Obrigada Marcelo

Todos os sentidos prontos e a postos...

:)

Um beijo

Ana Oliveira disse...

Dany

O Outono é lindíssimo nas suas cores quentes...

Obrigada pela visita e pelo apreço.

Um Abraço

Ana Oliveira disse...

Me Hate

É só olhar à volta para ver...

e nem tudo vai mal...

Beijos

Ana Oliveira disse...

Piedade

Obrigada...

um hino de "Gracias"

Um beijo

Ana Oliveira disse...

Liliana

Tudo tão bom nesta estação...todos os sentidos a despertar...saudades do fumo das castanhas a assar nos fins de tarde molhados

Um beijo

Ana Oliveira disse...

Multiolhares

E em cada instante reconhecer a Sua Mão presente em toda a perfeição que nos rodeia.

Um beijo

Ana Oliveira disse...

Pedrasnuas

Não tens de agradecer...é que me saiu assim num repente...pensando em todas as pessoas que partilhando o que sentem nos ensinam tanto.

Um beijo