terça-feira, 2 de novembro de 2010

:
:
Inegável o fascínio pela mulher oriental, o exótico vestir, a postura, as mãos...ah as mãos...
mas a mulher japonesa em especial sempre me encantou pelo requinte do traje, complicado e ao mesmo tempo simples, a textura dos tecidos, os desenhos criados com arte, usados de acordo com a época do ano ou os sentimentos de quem os usava, a simbologia dos "obi" e as sandálias que lhes davam aquele passo delicado de bambu agitado pelo vento.
Esta admiração tão antiga deve ter sido, de algum modo, percebida pelo Universo que nos ouve e nos vê antes mesmo de sermos gente e atende os nossos desejos mesmo antes de sabermos que os temos.
Imagino que na imensidão das galáxias tenha ouvido um sussurro de "Japão"... roupa... pés...andar... vindo de uma centelha de vida em órbita planetária, sistema solar, via-láctea. Imagino que no segundo seguinte se tenha decidido a satisfazer o desejo de uma alma ansiosa colocando um coração de gueixa no corpo de um lutador de "sumo"...
Diz-se que Ele é perfeito, permito-me discordar porque não era bem isso que queria!
Devido ao desagrado com que encarei a coisa o Perfeito Universo resolveu um segundo depois, mais ou menos cinquenta anos terrestres, remediar o mal-entendido sem ter de modificar a sua criação primeira, acrescentando-lhe algo a aproximasse do modelo pretendido.
Chamamos-lhe "artrose"... 
Ando agora em passos curtos e deslizantes, com o corpo direito como um junco, olhos no chão, não de modéstia mas com medo de tropeçar e um rosto inexpressivo para que não se perceba que há sonhos que se realizam dolorosamente.
Diz-se que é preciso cuidar o que se pede porque nos pode ser dado... É verdade, digo eu!
:
:
:

12 comentários:

AC disse...

Oh, Ana, que ironia maravilhosa!
Quase sou tentado a dizer que encara os factos com uma filosofia oriental... ;)

beijo :)

Ana Oliveira disse...

AC

:)

Talvez seja essa mais uma dádiva do Universo para completar a ilusão.

Um beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

heheh tambem concordo com o AC.

deixo meu beijo

Ana Oliveira disse...

Piedade

"Se não podes vence-las (as ditas artroses) junta-te a elas" e não levarão a melhor sobre o meu bom humor!
:)

Um beijo

partilha de silêncios disse...

A ilusão do "perfeito" !!

beijinhos

Me Hate disse...

Atitude positiva... sempre vai sendo grátis e faz maravilhas... Penso eu de que! ;)

Texto expressivo. E gostei muito da mudança "visual" aqui do "burgo"... ;)

Beijo

Maria Clarinda disse...

(...)Ando agora em passos curtos e deslizantes, com o corpo direito como um junco, olhos no chão, não de modéstia mas com medo de tropeçar e um rosto inexpressivo para que não se perceba que há sonhos que se realizam dolorosamente.

Muito bonito.Jhs

Baby disse...

Fico sem palavras perante este texto tão expressivo e revelador da alma de quem o escreve.
Perfeito, direi eu.

Beijos.

Ana Oliveira disse...

Partilha de silêncios

O perfeito é quase sempre uma ilusão e neste caso é mesmo!

Um beijo

Ana Oliveira disse...

Me hate

Está tudo na actitude...de resto também nada se resolve com lágrimas e ranger de dentes!!!

Tentei mudar um pouco o visual para animar.

Beijos

Ana Oliveira disse...

Maria Clarinda

Obrigada.
Mesmo na limitação tem de haver alguma beleza...tenta-se!

Um beijo

Ana Oliveira disse...

Baby

Obrigada

Felizmente a minha alma é muito mais leve que o invólucro...

Um beijo