quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

SENHOR MELRO


Ainda eu estava de olho meio fechado, chávena de café e cigarrinho, a tentar acordar, quando vi este senhor esgravatando na terra. Abri o olho e fui ver de perto.
O bico cheio de pedacinhos de ervas secas e raízes, procurava, escolhia, arrancava...
Eis senão quando, ao puxar uma erva mais forte... um passo atrás...dois e uma pirueta!
Melro para um lado, ervas para o outro e eu definitivamente acordada...a rir.
Ele levantou voo. Eu segui-o com os olhos...
Foto Google

14 comentários:

Benó disse...

Os melros são uns marotos que me comem os medronhos todos. Mas eu até acho graça, quando chego perto do medronheiro e vejo os frutos todos picados.

Boa fotografia.

Um abraço.

simplesmenteeu disse...

Só uma boa companhia, trás os melros, para tão perto do olhar.
Talvez a certeza de uma refeição mais variada... Talvez uma musica a desafiar-lhe o canto...ou uma voz de que gostem...
Talvez...
Todos os dias vejo pássaros. Passeiam na minha janela de trabalho, mas melros, são mais distantes...
Beijos

najla disse...

Eheheheh......pobre desgraçado que contribuiu para tu acordares....

Ana Oliveira disse...

Benó

Pois que fariam eles se não fosse o que a natureza lhes oferece?
Mas já vejo que consigo estão seguros. Ainda bem.

Beijos

Ana

Ana Oliveira disse...

Simplesmenteeu

Tenho a sorte de ter uma janela para um canto muito sossegado, onde estas pequenas coisas acontecem...há uma gata que depois de vir pedir comida à janela, trouxe algumas vezes a ninhada que começava a andar para perto da janela e a primeira comida deles foi numa enorme confusão dentro do prato que lhes pus...e como os olho de dentro da janela e não me veêm, posso olhar as brincadeiras e patetices à vontade.

Ter passaros à janela enquanto trabalhas deve ser bom...também tenho a sorte de, no atelier, os ter muitas vezes por perto a comer e a brincar.
Somos umas previligiadas!

Beijos

Ana

Ana Oliveira disse...

Najla

Nem imaginas como foi engraçado. Quase se podia ver o ar de espanto do pobre mas acordei isso é verdade!

Beijos

Ana

Nagareboshi disse...

eu acho-os lindos :D

tem autorização para voltar :D ainda bem que gostou, fico contente por saber que as minhas maluqueiras fazem alguém sorrir :)

kris disse...

oh Ana ao menos acordaste..a natureza traz-nos surpresas tão agradáveis e engraçadas!!

beijoca

Anónimo disse...

se gosta de melros e poesia dê uma espreitadela ao blog :o-melro.blogspot.com

Ana Oliveira disse...

Nagareboshi

Obrigada pela permissão, irei sempre que precisar de um sorriso.

Os melros são mesmo giros, no ar "cusco", no salitar e na habilidade para "roubar" comida até a aves maiores como os pombos!

Um beijo

Ana

Ana Oliveira disse...

Kris

Acordei mesmo...a rir do pobrezinho!
A natureza consegue reconciliar-nos connosco e com o mundo!

Beijos

Ana

Ana Oliveira disse...

Anónimo

Já dei uma espreitadela, gostei e prometo voltar com tempo para apreciar melhor o que contam sobre os melros e também pela poesia.

Obrigada pela visita.

Fatima disse...

Eles andam por aí!!!

Ana Oliveira disse...

Fatima

Ai andam, andam!

Destes e dos outros, embora uns me agradem e os outros me sejam quase indiferentes.

Beijos

Ana