terça-feira, 3 de junho de 2008

A PROPÓSITO...


A propósito da Exposição do último fim de semana, lembrei-me, com saudade, do Professor Mario Watanabe, com quem fiz alguns seminários, em anos passados.

Recordei a beleza dos seus trabalhos, a leveza da pincelada, a gentileza bem disposta com que sempre nos respondia às perguntas, por vezes tolas, de principiantes.

Não temos o prazer de o ver à algum tempo, mas quem trabalhou com ele não esquece certamente.

4 comentários:

Benó disse...

Pena a auréola de luzes por cima da cabeça do cavalheiro.
Os brasileiros sempre se souberam impôr e nós?
Sei que há verdadeiras artistas nacionais, mas, porque não se mostram com a mesma publicidade que os brasileiros?
Um abraço.

Ana Oliveira disse...

Verdade...o professor parece coroado de luzes...
O Mestre watanabe, talvez por, pela sua delicadeza interior, não ser tão dado a impôr-se como os demais, há já bastante tempo que não aparece por cá!
Quanto aos restantes artistas estrangeiros, alguns de grande valor, são sempre mais apreciados que os portugueses a quem nem sempre são dadas as mesmas oportunidades...desta vez se viu!Como só estava um artista do Brazil, as demonstrações das mestras portuguesas tiveram muito mais adesão do que é habitual...felizmente.
Também somos nós artistas portugueses que por vezes valorizamos mais os outros que a nós próprios...
Beijo
Ana

Me Hate disse...

É gostei sobretudo da aurelinha!!!!!!

Ana Oliveira disse...

me hate
Se eu tivesse reparado na "aurelinha"!!!...mas já estava...